was successfully added to your cart.

#DIY nº2

By | Uncategorized

Faça você mesmo

Seguindo nossa série “do it yourself” de objetos lindos a fáceis de se fazer, hoje vamos ensinar esse porta chaves, muito útil e prático, que deixa qualquer parece mais charmosa.

Passo a passo – Do it Yourself

Passo 01: São necessários uma serra tico-tico, um pedaço de sarrafo de pinus de aproximadamente 24cm, régua, lápis, tinta spray (opcional), fita crepe, serra copo 2cm, broca para madeira 3mm, parafusos e buchas 6mm, barbante, lixa, um pedaço de madeira, parafusadeira ou furadeira
Passo 02: com o lápis e a régua faça marcações no sarrafo de 4 em 4cm. Use a serra tico-tico para serrar essas marcações, mas não vá até o fim, serre só até a metade da espessura do sarrafo! Com a parafusadeira ou furadeira e a broca para madeira de 3mm fure as extremidades do sarrafo, nestes furos irão se encaixar os parafusos e a peça será fixada na parede. Também com a furadeira e serra copo faça 5 furos no pedaço de madeira. O resultado será uma peça no formato cilíndrico com um furo no meio.
Passo 03: para dar acabamento nas peças de madeira use a lixa, preste atenção nos cantos e bordas! Com a tinta spray, pinte algumas das peças cilíndricas.

Passo 04: agora é amarrar o barbante nas peças cilíndricas que se transformarão em 5 lindos chaveiros. Fixe a peça na parede e está pronto o porta chaves!💜
Até o próximo DIY!

#DIY nº 1

By | Decoração

A partir do mês de junho vamos dar início a uma série “faça você mesmo”, que chamamos de #DIY. Serão projetos simples, e claro muito lindos, postados às sextas feiras para inspirar o final de semana.

Nossa primeira série lançada conta com 3 objetos utilitários, o nº 1 é o Cabideiro Geométrico, muito prático e charmoso.

Hora de colocar a mão na massa!

1. Os materiais necessários são: uma serra tico-tico ou serrote comum para madeira, régua, uma serra copo de aproximadamente 2cm, cola Tek bond, lixa para madeira, uma broca escariadora, parafusos e bucha 8mm, uma máquina furadeira, copo, lápis e um pedaço de madeira.
2. Com o lápis e o copo desenhe um círculo na madeira, e com auxílio da régua faça um triângulo também. Logo em seguida corte as formas com a serra tico-tico ou serrote. Assim estarão prontas as frentes do cabideiro. Para fazer a parte que irá fixá-lo na parede, encaixe a serra copo na máquina de furar e faça dois furos no pedaço de madeira restante. O resultado será duas peças de formato cilíndrico com um furo no meio.
3. Use a lixa para madeira para dar acabamento nas peças.

4. Encaixe a broca escariadora na máquina de furar e faça um furo centralizado nas costas das peças geométricas maiores. Neste passo é importante que a broca esteja em uma altura menor que a espessura da sua madeira, para não atravessa-la. Esse furo servirá para encaixar a cabeça do parafuso na peça. Insira o parafuso, sem a bucha, na peça cilíndrica feita com a serra copo. Com a cola Tek bond fixe o conjunto do parafuso na peça geométrica.
Passo extra: a pintura pode ser feira com tinta spray própria para madeira. Isole a área que não será pintada com fita crepe e sobre a parte descoberta aplique a tinta spray. Aguarde alguns minutos para a tinta secar e “Voilá” o cabideiro está pronto!

Agora só escolher um lugar bem lindo na parede e fixá-lo com ajuda da máquina de furar.

Uma dica é colocá-los juntamente com uma composição de quadro na parede, o resultado fica incrível!

Projeto mais que lindo e especial!

By | Decoração

Abraçamos um projeto que nos encheu de amor e vontade de defender mais do que nunca o “faça você mesmo”.

Nossa principal premissa de projeto e criação é transformar o uso dos materiais, dando a eles novos significados e até novos usos. Quando podemos fazer isso com as próprias mãos nos sentimos realizados no nosso propósito. Foi o que aconteceu com o projeto dessa mesa que a  Lara Dias nos trouxe.

Chegou com uma ideia linda de uma mesa pensada a partir dos sonhos dela e de 4 hairpinlegs que já havia comprado. O resultado surpreendeu a todos nós pela leveza e delicadeza.

Estamos colhendo os frutos dessa parceria e podem esperar que vem coisa boa e linda por ai…

 

Entrando em 2017 com pé direito

By | Arquitetura, Decoração | No Comments

Graças a nossa parceira com a Hometeka, um dos nossos produtos está em destaque em uma matéria na Revista Casa e Jardim edição de janeiro de 2017. A seção Estilo fala sobre as tendências de design e decoração para o ano que acaba de começar, palavras como upcycle e brasilidade são evidenciadas e tem tudo a ver com a nossa marca.

O texto que tem como imagem destacada o Vaso Cobre trás o vintage como memória visual de uma geração que tem entre 30 e 59 anos, e relembra elementos muito usados nas décadas de 60, 70 e 80 como o pinus e o cobre, dentre outros.

O Vaso tem seu design pensado para ressignificar materiais. Os canos de cobre, comuns na construção civil, ganham nova função estética e trazem a peça sofisticação. Combinada à planta certa leva vida e leveza a qualquer ambiente!

Uma surpresa boa pra começarmos o ano cheios de energia e novas idéias por aqui no atelier.

Quem quiser conferir a matéria na integra é só clicar aqui 😉

 

Arte com pallet

By | Decoração

Hoje viemos contar um pouco da experiência da Com Pallet ao participar da construção de um ambiente dentro de uma Galeria de Arte.

Fomos convidados pela Urban Arts BH para produzir um espaço dentro da galeria, que despertasse nas pessoas que o visitasse os novos conceitos que ambas empresas tentam imprimir ao mercado.

Falando um pouco sobre a Urban Arts e no que acreditam, percebemos algo em comum tornar a arte e o design acessíveis, democratizar essas duas áreas tão elitizadas. Os prints e o estilo de arte pop são o carro chefe da marca.

Nessa parceria ficou evidente que nossos ideais de reutilização, ressignificação de matérias simples, como o palete, sustentabilidade e consumo consciente casaram perfeitamente com a arte que a Urban promove. O design e a arquitetura podem ser vistos da mesma forma, igualmente acessíveis!

A ideia do ambiente é que vários arquitetos e designers deixem seus olhares sobre a combinação das obras de arte e das peças que escolhemos para expor. Dentre essas peças estão um sofá de palete com encosto em madeira e conexões de aço galvanizado, um criado em compensado naval e fórmica, uma mesa de apoio mini palete com pés em tubos e conexões de galvanizado, dentre outros peças como luminárias e artigos de decoração dos parceiros Cobalto e Pomelo Atelier.

O primeiro olhar foi da arquiteta Luciana Castro, fundadora da Com Pallet, quem assina as nossas peças. No ambiente buscou referências do design escandinavo e industrial, com peças simples, combinações em preto,  branco, cinza e alguns pontos de cor. A parede de quadros também foi pensada dentro desse conceito e o resultado foi um ambiente elegante e despojado ao mesmo tempo.

Até o final de outubro é a vez da arquiteta Cláudia Aragão e a designer de interiores Cátia Maiello da Casatelier. “Por um mundo mais colorido” como chamaram a intervenção que fizeram, abusaram das cores para traduzir uma montagem alegre e despretensiosa.

Estamos ansiosos pelos próximos olhares e confiantes que essa parceria será sempre um sucesso!

Varandas urbanas com palete

By | Urbanismo | No Comments

Vamos inaugurar finalmente nosso blog com um assunto que muito nos interessa e expressa conceitos que acreditamos na Com Pallet.  As varandas urbanas, ou Paklets, estão cada vez mais se apropriando do espaço dos carros em BH, deixando a cidade mais humanizada e democratizando o espaço publico.

Essa história toda começou em São Francisco, em 2005, com a prerrogativa de questionamento do uso e ocupação do solo urbano. Em 2012 chegou no Brasil, mais especificamente em São Paulo e cá estamos falando deles como uma realidade da nossa capital.

Definidos como mini praças, funcionam como uma extensão da calçada, ocupando uma ou duas vagas destinadas aos veículos. Podem possuir floreiras, bancos, bicicletário e todo tipo de mobiliário urbano que propicie deleite ao cidadão.

Assim, enquanto duas vagas de estacionamento na rua são utilizadas em média por 40 carros diariamente, um parklet atende 300 pessoas neste mesmo período, além de promover uma maior interação social, devolvendo a cidade ao cidadão. Resgatam a alma da cidade esquecida em meio a rotina e o caos diário.

Qualquer pessoa pode ter a iniciativa de construir um parklet, desde que esteja regulamentado pela legislação municipal. Muitos comerciantes viram uma oportunidade de chamar a atenção para o seu negócio instalando as varandas urbanas na frente de seus estabelecimentos. Dados de uma pesquisa realizada em Nova York mostram que pode-se gerar um aumento de até 14% no consumo destes bares e restaurantes.

Outra vantagem está no fato de que os parklets são feitos de materiais sustentáveis e sua montagem/desmontagem é fácil e rápida, por possuir componentes modulares e pré fabricados, que apenas são levados e fixados no local.

E é nessa pegada que entramos em ação! Para promover os parklets em BH, nos juntamos a Miscelânea Arquitetura, e no dia 24/09/2016 executamos nosso primeiro projeto sustentável, todo feito em paletes e materiais reaproveitados. O equipamento ficou montado por apenas um dia, na Rua Sergipe no coração da Savassi. A iniciativa nos mostrou como é possível e fácil de se executar um espaço tão agradável e prazeroso em tão pouco tempo. Nos deixou um gostinho de quero mais, instigando a vontade de seguirmos por este caminho.

A ideia é continuar trazendo à cidade esses respiros, sempre pensando em ressignificar materiais e locais!